quinta-feira, 4 de agosto de 2011

Vestido Longo Boho

Um vestido leve, colorido, longo e solto, lembrando os anos 1970, com uma modelagem bem ampla e muito volume, franzidos e babados, exige tecido fino de caimento leve, como podemos ver na modelo com uma linda estampa floral.
Observando com mais atenção, podemos ver uma saia godê simples franzida, uma blusa bem decotada de alça, que são unidas por uma faixa costurada com lastec, ajustando a cintura como se fosse um cinto.




 Passo a passo:

Saia godê simples: Elabore a saia godê como na figura 1. Com um papel dobrado ao meio, meça 2/3 da medida da circunferência da cintura do manequim desejado. Utilizaremos como parâmetro o manequim 42, com 74 cm de circunferência total, sendo 2/3 dessa medida 49 cm que aplicaremos do ponto A até B. Você, que é modelista, deve estar estranhando esses 2/3, mas, fazendo dessa forma, a saia ficará com o dobro da medida da cintura, que deverá ser franzida até a medida da faixa da cintura, para proporcionar o visual que podemos ver neste vestido, bem franzido.

No ponto B aplicaremos o comprimento desejado. Para o vestido longo, utilizamos o comprimento total 101, descontando a medida da largura do último babado que será costurado na barra (20 cm). Aplicaremos, então, 81 cm do ponto B até o ponto C.

Babados da saia: Primeiro: 15 cm, segundo: 20 cm, terceiro: 20 cm. No comprimento da tira que formará o babado será feito o aumento conforme o desejado, mas geralmente é feito com o dobro da medida onde será aplicado. Obs.: o franzido poderá variar de acordo com o efeito desejado, podendo ser a medida mais a metade, o dobro ou então o triplo da medida para um franzido bastante volumoso. Observe as marcações pontilhadas para se orientar ao costurar os babados para que eles se sobreponham 3 cm.

Blusa frente: No molde básico desenharemos o modelo de forma simples. Marque a abertura do decote, seguindo o modelo que está bem decotado, descendo 22 cm do ponto D até o E. Todas essas outras são sugestões e podem ser modificadas para se adequar ao visual desejado. Desça 2 cm na cava e faça o desenho da blusa com a ponta se direcionando para o meio do ombro, como pode ver na figura 2 (linhas verdes). Corte o molde na direção da pence da cintura, depois feche a pence do busto proporcionando uma abertura (pontos F e G). Desenhe uma linha onde abriremos o molde 3 cm para proporcionar volume para poder franzir (pontos H e I).

Blusa costas: Mesmo procedimento da frente: desça a cava 2 cm e desenhe a blusa descendo o decote e desenhando uma ponta em direção ao meio do ombro, como leves curvas. Desenhe duas linhas nas quais abriremos o molde 4 cm para proporcionar volume para poder franzir (pontos J e K, figura 3).

Blusa frente e costas: Elimine da blusa uma faixa de 8 cm de largura, fazendo-a ficar mais curta, pois haverá uma faixa que unirá a saia com a blusa. Essa faixa deverá ter 12 cm de largura para que sobrem 2 cm em cima e 2 cm em baixo, para dar um franzidinho, e o comprimento deverá ser o dobro da medida da cintura para ficar bem franzido, com lastec.

Babados da blusa: Execute os babados da blusa a seu gosto. Como sugestão, indicamos: frente - 2 retângulos de 12 cm de largura por 44 cm de comprimento; costas - 1 retângulo de 12 cm de largura por 48 cm de comprimento.

Esse modelo de saia fica muito bonito porque dá um volume maior na barra do que na cintura, mas acaba gastando bastante tecido, o que pode não ser viável para grande produção. Uma opção econômica seria fazer um retângulo com o dobro da medida da cintura de largura e o comprimento do mesmo jeito, descontando o último babado, como explicado anteriormente. Dessa maneira também dará certo.


Agradecimentos: Amanda Baptista Milanez e Rosemary Baptista Milanez.


Nenhum comentário:

Postar um comentário